Pesquisa no Blog

terça-feira, 10 de novembro de 2009

MAX WEBER (1864-1920)



Nascido em Eufurt, na Turingia, Alemanha, em Abril de 1864, o sociólogo e cientista político Max Weber foi professor de Economia nas universidades alemãs de Freiburg e Heidelberg.
Considerado, com razão, um dos mais importantes pensadores modernos, ele foi um dos fundadores clássicos da Sociologia. Dotado de espírito investigativo particularmente aguçado e de grande erudição, criou uma nova disciplina, a Sociologia da Religião, na qual desenvolvia estudos comparados entre a história econômica e a história das doutrinas religiosas.
Weber foi também um dos primeiros cientistas sociais a chamar a atenção para o fenômeno da burocracia, não só no Estado moderno mas também ao longo da História.
De acordo com ele, a Sociologia deveria estudar o sentido da ação humana individual, que deve ser buscado pelo método da interpretação e da compreensão. Weber preocupava-se ainda com a responsabilidade social dos cientistas políticos e defendia a busca da neutralidade na vida acadêmica e na investigação cientifica.
As teorias de Weber exerceram grande influencia sobre as Ciências Sociais a partir da década de 1920. Em uma de suas obras mais conhecidas, procurou demonstrar a existência de uma estreita ligação entre a ética protestante e a ascensão do capitalismo.
Suas principais obras são: A ética protestante e o espírito do capitalismo (1905) e Economia e sociedade (publicada postumamente e 1922).
Postar um comentário

DIRETO AO ASSUNTO - TEMAS DO BLOG