Pesquisa no Blog

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

ESPORTISTA PRUDENTINO VENCE PRECONCEITO E É PREMIADO EM CAMPEONATO NACIONAL DE POLE DANCE FITNESS

Por Julio César Gonçalves
 
Neste mês de Novembro nosso blog traz uma entrevista exclusiva com o jornalista, recreacionista e esportista Jonathan Henrique. Jon Foi convidado pelo SNM para contar um pouco de suas experiências profissionais e sobre o preconceito em relação à prática do Pole dance Fitness (modalidade que pratica e é premiado nacionalmente). Na entrevista, conta sobre a competição, a carreira e seus projetos. 

SNM: Jon, primeiramente queremos parabenizá-lo pela premiação no campeonato de Pole Dance Fitness. Qual a importância deste prêmio para você?

JON: Obrigado... No Brasil as competições são recentes, o campeonato paulista está na sua 3ª edição; o campeonato brasileiro já está na quinta. Eu tive o prazer de participar desde o primeiro paulista, em 2011, onde consegui a 3º colocação. Ano passado fiquei na 5ª posição, por causa de uma lesão no ombro que não tive tempo de recuperar e me preparar direito. Nesse ano fiquei em 3º de novo. Parece uma saga, ficar em terceiro lugar (risos).

SNM: Quando você passou a ter um interesse por essa modalidade da dança?
 
JON: Conheci o pole há mais ou menos dois anos e meio quando ainda cursava jornalismo, porém, somente em maio de 2011 que comecei a praticá-lo como um hobby. Já com 4 meses de treino participei do primeiro campeonato paulista em 2011 e, desde então, não parei mais. Hoje conto com dois 3º lugar no campeonato paulista e um 3º lugar no brasileiro.
 
SNM: Como foi sentir a emoção de concorrer e estar no pódio em uma competição de nível nacional?
JON: Foi o dia mais feliz da minha vida (risos). Quando me inscrevi foi com o intuito de me divertir, porque sabia que seria difícil. Ao anunciarem meu nome, não pude conter a emoção. Fiquei em choque, não tive reação, não conseguia acreditar. Porque esse ano foi um ano de loucura: larguei trabalho, casa, faculdade, amigos... deixei tudo aqui em Presidente Prudente e fui para São Paulo, para me dedicar ao pole fitness. Saber que nada disso foi em vão, foi maravilhoso! Faria tudo de novo.
SNM: Eu imagino o que passou pela sua cabeça! E estar em um campeonato desse porte, não é para qualquer um.
JON: O campeonato brasileiro foi a minha primeira experiência e ficar na 3ª posição logo de cara, foi muito especial, porque não imaginava. Eu estava lá, concorrendo com os melhores do país.

SNM: Explica para o público do Blog o que é o Pole dance?

JON: O pole dance é uma dança que teve origem na Europa, porém se tornou conhecida nos Estados Unidos com as dançarinas de casas noturnas. O pole dance requer certa força e resistência, pois é uma combinação de movimento, flexibilidade e dança.

SNM: Você acredita que essa influência norte-americana das casa noturnas faz com que o pole dance seja visto com preconceito?

JON: Como ele ficou conhecido por meio das casas noturnas, ainda existe certo preconceito, tanto na modalidade masculina quanto na feminina. O preconceito existe sim! Não vou dizer que tudo são flores, mas atualmente com a divulgação por meio da TV, internet e outras mídias, as coisas estão mudando. Particularmente eu não tenho nada contra o pole sensual, acho bonito. O que não concordo é com o julgamento das pessoas que não sabem diferenciar quem pratica uma ou outra modalidade.

SNM: E quais são as principais características que diferenciam as modalidades de Pole dance?

JON: Atualmente existem três tipos de pole dance, o sensual, o artístico e o fitness. A diferença entre eles se pode notar nos movimentos e na finalidade. O primeiro está relacionado à sensualidade e seus movimentos visam a erotização, com foco para as casas noturnas, culminando com strip tease. O pole dance artístico é mais performático, com movimentos acrobáticos e é adaptado para espetáculos de performance, como o circo, por exemplo. Já o pole fitness é uma mistura de dança com ginástica e movimentos de força, como uma ginástica artística na barra, um esporte. Tem por finalidade trabalhar determinados grupos musculares, ficar com o corpo em forma e praticar algum desporto. Nas competições atuais existe um código de arbitragem que divide os movimentos por graus de dificuldade e temos que cumprir movimentos obrigatórios, além de movimentos de dança no solo.

SNM: Fiquei impressionado quando vi seu vídeo no campeonato. Pude ver que você tem talento para o esporte.

JON: Obrigado. Ouvir isso me dá mais forças para não parar e sempre evoluir no meu trabalho. Ainda estou só engatinhando (risos). Espero melhorar cada vez mais e superar os meus limites.

SNM: Você trabalhou um tempo como recreacionista. Você era o "Tio Brigadeiro". Conta como foi essa experiência?

JON: Foi uma experiência maravilhosa, porque a oportunidade surgiu justamente quando decidi não atuar na minha área de formação (jornalismo), mesmo após receber propostas de emissoras e jornal impresso. Caí nessa área por brincadeira acabei me apaixonando... (risos). No total foram quase dois anos no Campo Belo e um ano no Terra Parque. Era muito bom receber o carinho das crianças, porque é sincero.
 
Assista o vídeo (amador) de Jon no Campeonato Brasileiro de Pole Dance Fitness.
Postar um comentário

DIRETO AO ASSUNTO - TEMAS DO BLOG