Pesquisa no Blog

sexta-feira, 13 de junho de 2014

VEM PRA RUA PORQUE A RUA É MAIS BARATO QUE A ARQUIBANCADA DO BRSAIL

 
Já faz um tempo que eu venho querendo fazer uma postagem sobre a idologia do discurso da "rua", muito divulgado para a Copa do Mundo de 2014 aqui no Brasil. No ano passado postei um texto (A maior arquibancada?) sobre essa ideia, mas a tônica mais forte eram as manifestações nas ruas e, sobretudo a propaganda produzida pela FIAT convidando o povo para vir para a rua, "pois a rua é a maior arquibancada do Brasil". A propaganda, no entanto saiu do ar após as primeiras manifestações - talvez por instigar(?) o povo a ir para as ruas protestar (como se nós não tivéssemos motivos outros para tal).
O fato é que a Fiat voltou com uma nova campanha chamando o povo para a rua. Desta vez, com moderação. "Vem pra festa, vem, que a alegria continua. Nossa festa é na rua", diz o mote da campanha. A ideia de que estamos sendo convidados para uma festa é muito mais explícita do que na música interpretada pelo Rappa, no ano passado.

Fonte: Uol Copa
Bem, essa conversa renderá ainda outros posts, hoje quero falar sobre os preços dos ingressos para assistir aos jogos aqui no Brasil, aqui em "nossa casa". Será que nosso povo brasileiro tem condições de assistir algum jogo da Copa Mundial de 2014 nos estádios? No infográfico ao lado, temos condições de perceber como está dividido os estádios em categorias por ingressos que vão da categoria 1 (lugares nobres e, portanto, mais caros) até a categoria 4 (atrás das traves, no elevado afastado e, portanto, mais baratos). Adivinha para quem ficou reservado a categoria 4? "Exclusivamente para pessoas que moram no Brasil". E o preço? Bom...
Para o trabalhador assalariado, que todo mês recebe o seu mínimo (R$724,00), talvez reste apenas ir pra rua, a maior arquibancada do Brasil...
 





Postar um comentário

DIRETO AO ASSUNTO - TEMAS DO BLOG