Pesquisa no Blog

quinta-feira, 10 de julho de 2014

SOBRE CHARUTOS E COPAS

 
 Não é de hoje que questões cotidianas dos seres humanos, bem como os seus sonhos são objetos de estudo e análise. Muitas são as teorias que rodeiam tais atitudes e devaneios, porém, é difícil responder à tais questões sem se reportar ao pai da psicanálise: Sigmund Freud.
Freud, que viveu exatamente durante a era da repressão sexual vitoriana, conceituava os sonhos como desejos reprimidos, bem como os atos falhos (produtos do nosso inconsciente). Desse modo, tudo aquilo que a pessoa sentiu ou pensou mas não teve coragem de externalizar em seu ambiente social foi reprimido em seu inconsciente.
Nós, brasileiros, amargamos, nesta última terça-feira (08/07/2014), uma das mais feias derrotas em uma semifinal de Copa Mundial - 7 x 1 para Alemanha. Acontece que, concomitante à pelada internacional começaram a surgir mensagens nas redes sociais (facebook e whatsapp), a respeito do que denomino de "teorias conspiratórias". Especulações sobre a "compra da Copa", salário dos jogadores, sobre o que representou esta derrota ("a vitória da competência sobre a malandragem que servirá de exemplo para as gerações de crianças...") e muito blá, blá, blá, e mais mi, mi, mi...
É incrível como a imaginação pode ser capaz de criar situações fora do comum... também é incrível como reagiram diferentes pessoas à derrota... Não sabemos lidar com as frustrações! Ao invés de encará-las como fatos de uma realidade mascarada por uma midialização medíocre de um evento que rendeu muitas cifras às grandes empresas e marcas, o que fazemos? Reprimimos e criamos historietas... buscamos fantasmas onde há somente sombras.
Para Freud, os sonhos expressam desejos sexuais e simbolismo. Qualquer objeto cilíndrico nos sonhos, por exemplo, representa o pênis e, da mesma forma, qualquer figura tais como caverna, gruta e gaiola representam o órgão genital feminino.
Será que somos mesmo o país do futebol? Será que nossos heróis continuarão sendo atletas do futebol? Neymar Jr salvaria a seleção brasileira sozinho?
Certa vez, perguntado sobre o charuto que fumava, se representava um pênis ou o seio de sua mãe (o amor objetal), Freud respondeu o que hoje reitero como mensagem ao povo brasileiro: "ÀS VEZES, UM CHARUTO É APENAS UM CHARUTO" e às vezes, um jogo de futebol é apenas um jogo de futebol.
 
Clique aqui e leia um artigo sobre algumas das conspirações nas outras edições da Copa Mundial.

Postar um comentário

DIRETO AO ASSUNTO - TEMAS DO BLOG