Pesquisa no Blog

terça-feira, 1 de setembro de 2009

É "DELIVERY" ESPONTÂNEA VONTADE???

UMA CRÔNICA...


Tá com algum problema? Disque soluções e não precisa nem sair de casa!
A onda agora é pedir, comprar, vender, anunciar, rezar, conversar, namorar e, acreditem senhores, até fazer sexo on line. Tá ligado?
É a modernidade que bate à nossa porta. É a praticidade que nos vem servida de
bandeja.
Chique não? Vejam. Percebam. Atentem para isso! Que tipo de seres estamos nos tornando?
Disque pizza, disque vídeo (disque “programa de índio” para o sábado à noite), disque gás, água, disque confissão (oh, não!). Disque compras, disque vendas, disque aulas, disque sexo, namoro, amizade. Disque todo tipo de ajuda, disque narcótico, disque neurótico, disque tudo.
Não precisamos mais sair de casa. Aliás, não precisamos sequer nos levantar do
sofá, se assim preferirmos, pois o controle remoto (ou remoto controle?), nos serve o “que queremos ver”, para que não precisemos nos desgastar com o percurso do sofá até a TV.
Casamento grego talvez fosse uma boa definição para explicar esse relacionamento entre o TRADICIONAL e a PÓS-MODERNIDADE, cujos filhos já estão sendo gerados: o condicionamento, a impessoalidade, o ostracismo, o sedentarismo e, não por menos, a queridinha praticidade.
Tudo o que queremos temos! Basta um simples discar ou clicar e, como que num passe de mágica, o mundo estará ao nosso dispor. Disponha!
Mas será que verdadeiramente temos o que queremos?
Com a tal praticidade, acho que acabamos por engolir sem mastigar, aceitando sem questionar, sei lá...
Só sei que às vezes dá saudades de sentar num banco de praça, rir, conversar de verdade, ler um bom livro, olhar os olhares de pessoas que são reais – sem os megapixels para incomodar. Sentir, tocar, cheirar... A vida não está restrita a um conjunto de teclas! Também existe vida inteligente fora do computador – embora nem sempre tal vida inteligente seja a que opera o computador.
A vida é muito mais que um simples “click”, que um simples “disk”!
Precisamos acordar! Fazer da praticidade uma aliada para ganhar mais tempo com nossos filhos (e saber o que eles andam fazendo na escola). Fazer da praticidade nossa aliada para reconquistar nossas esposas e relembrar que são nossas eternas namoradas.
Fazer da praticidade nossa aliada para rever os velhos amigos (aqueles que deixamos para trás enquanto nossa rotina nos sufoca) e, principalmente, fazer da praticidade nossa aliada para redescobrir a pessoa maravilhosa e tão desconhecida (por falta de tempo bem gasto) que somos NÓS!



Publicado originalmente na coluna 2ª página, do  JORNAL DE ASSIS (JA) de 22 de maio de 2009.
Postar um comentário

DIRETO AO ASSUNTO - TEMAS DO BLOG