Pesquisa no Blog

terça-feira, 31 de maio de 2011

A GENTE NEM SABEMOS ESCREVER IMPITIMAM


Essa é pra acabar... 
Depois de anunciar aos quatro ventos que o impeachment do ex-Presidente Fernando Collor de Mello (que exerce desde 2007, mandato de senador por Alagoas), "não é tão marcante" como outros fatos da história brasileira - como a abolição da escravatura, o Ato Institucional n.5, e a Constituinte - José Sarney, presidente da Câmara, minimiza a ausência de painel sobre o fato, na exposição que reconta os principais acontecimentos do Senado brasileiro.
Ora, vamos combinar uma coisa... depois de anos vivendo sob o julgo de um regime ditatorial e militar, o primeiro presidente eleito por voto popular e deposto após averiguadas as denúncias de corrupção e irregularidades em seu governo (momento em que o sonho da democracia começa a se efetivar), vem este senhor banalizar este acontecimento dizendo que nem deveria ter existido...
José Sarney, não somos tão burros quanto você pensa, nem sofremos de memória (talvez só um pouco, a ponto de colocarmos você novamente no poder quando deveria estar de roupão e pantufa assistindo o programa do Gugu).

Só para lembrar: ainda hoje existem muitas pessoas que duvidam de que o holocausto dos judeus liderados por Hitler, tenha, de fato, existido.
Postar um comentário

DIRETO AO ASSUNTO - TEMAS DO BLOG