Pesquisa no Blog

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

QUEM USA A MÁSCARA MESMO?

Por Rafael Pereira de Macedo
 
Recentemente a revista ÉPOCA estampou em sua capa uma manifestante ‘’Black Bloc‘’ se desfazendo de seu anonimato e abrindo o coração, contando a sua história de vida. Ao longo da matéria nos apresentam um suposto líder Leonardo Morelli, nos dizem que eles são financiados por ONG’S internacionais, tem um campo de treinamento, entregam um CD com programas de invasão para os membros como se todos fossem hackers... mas vamos com calma, um manifestante que usa a TÁTICA BLACK BLOC faria isso mesmo?
Vamos a um histórico: Os primeiros manifestantes que usaram a tática Black Bloc surgiram na Alemanha ocidental dentro do movimento autonomista que ocorria naquele país. O movimento autonomista que surgia na década de 1970 se desenvolvia no meio da sociedade capitalista optando por manter o modo de vida dominante no momento mas de forma diferente criavam-se focos de sociabilidade alternativos e pautados em valores e práticas opostas ao capitalismo tirano e opressor. O processo de autonomia alemão iniciou quando grupos de pessoas, por meio de ação direta, acampavam em territórios das cidades do interior onde era planejada a instalação de usinas nucleares e, nas grandes cidades como Berlim e Hamburgo jovens e excluídos inspirados em grupos holandeses e ingleses começaram a ocupar imóveis vazios e os transformavam em moradias coletivas e centros sociais autônomos (eram o Squats). Esses dois eventos se tornaram os pilares do autonomismo alemão como se fossem ilhas no seio da sociedade capitalista.
Era uma crítica ao sistema e era funcional, logo os acampamentos e squats começaram a proliferar por todo o país. O governo resolveu agir e acabar com essa revolução social e em 1980 ordenou uma grande ofensiva contra os acampamentos e squats, diante dessa ação policial violenta militantes alemães se organizaram para resistir a repressão e proteger seus espaços, nasceu a tática Black Bloc. Durante uma manifestação em primeiro de maio de 1980 em Frankfurt autonomistas desfilaram com o corpo e rosto coberto de preto usando capacetes e outros equipamentos para se defenderem de ataques policiais. E por causa do visual a imprensa alemã os batizaram de ‘’Schwarzer Bloc‘’ (Bloco Negro em alemão). Inicialmente como entendemos no contexto histórico a função da tática era proteger, atualmente além de proteger ela tem sido como meio de ataque, um choque simbólico contra o sistema capitalista e também fica claro que a tática Black Bloc é de iniciativa popular, apartidária, sem financiamentos de qualquer instituição que seja e que, onde houver repressão em qualquer lugar do mundo ela pode ser usada.
Mas infelizmente a mídia está todo o tempo  mentindo e manipulando, basta pesquisar rapidamente o nome desse suposto ‘’líder dos Black Bloc‘’ e encontramos várias acusações pesadas contra ele, compreendendo este texto, com todas essas informações somadas a que vocês vão buscar, comprovamos que não é simplesmente um ‘’quebra-quebra’’ sem sentido, comprovamos mais uma mentira da mídia que nos priva das tendências mundiais no campo político. Pra comprovar o que digo: Antes das manifestações de julho você já ouviu falar de Black Bloc? Movimento Autonomista? Ação Direta? Pesquisando a fundo, outras fontes, mídias independentes, vemos como a tática é importante e como ela é frequentemente usada no mundo inteiro e seu potencial numa manifestação ela mostra o poder que o povo tem!
 
RAFAEL PEREIRA DE MACEDO é auxiliar de TI e também colaborador deste Blog.
Postar um comentário

DIRETO AO ASSUNTO - TEMAS DO BLOG